Prefeitura de São Miguel dos Campos

Quinta-Feira

28 de Outubro de 2021

Acessibilidade Visual

Novidades Prefeitura de São Miguel dos Campos realiza troca de tubulação do sistema de água

SAAE

Prefeitura de São Miguel dos Campos realiza troca de tubulação do sistema de água

A nova tubulação [é de ferro e tem maior durabilidade, além de evitar a falta de água nos bairros (quando os canos estouram).

Com o objetivo de melhorar o fornecimento e priorizando a boa prestação de serviços aos cidadãos miguelenses, a Prefeitura de São Miguel dos Campos, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), iniciou esta semana a obra para trocar uma parte da tubulação da ladeira da rua do Cemitério. Os motivos para a substituição foram os seguintes: o longo tempo de uso que causou desgastes insanáveis no antigo material (“defofo”); o desperdício de água causado por pequenas fissuras desse material e a consequente garantia de saúde e segurança à população.

A tubulação, hoje de “defofo”, será substituída por canos de ferro que é um material mais resistente e de melhor qualidade. Segundo informações do SAAE, com a tubulação de “defofo”, quando acontece algum problema na tubulação, ainda é preciso escavar toda a região e interromper o fornecimento de água, para que o problema seja solucionado. Já com a tubulação de ferro, isso não será mais necessário.

A tubulação de ferro tem maior durabilidade, além de evitar a falta de água nos bairros (quando os canos estouram). Segundo o diretor do SAAE, Alfredo Ferro, o objetivo é dar melhor qualidade na tubulação e diminuir a falta de água causada pela quebra de canos.

“Essa região já estava precisando dessa troca há muito tempo. Os tubos de defofo sempre estouravam, parando o trânsito e gerando falta d’água devido à realização dos serviços de conserto. Agora, com a nova tubulação, isso não acontecerá mais”, explicou o diretor.

O prefeito George Clemente visitou as obras e garantiu que, em breve, o serviço será concluído. “Vale ressaltar que a nova tubulação permitirá um maior fluxo, e o novo material pode chegar a mais de 50 anos de vida útil, sendo mais resistente e evitando desgastes e possíveis faltas d’água com o estouro dos canos, como vem acontecendo. Nosso objetivo é revitalizar essa tubulação e melhorar o serviço”, afirmou.